Viveu nos EUA, em Mallorca e Barcelona, onde estudou Jazz durante 2 anos na prestigiada escola Taller de Musics. Ao longo deste período foi compondo as suas próprias canções, criando vários projectos e descobrindo a sua identidade musical.
Em 2016, lança o seu primeiro álbum a solo Excuse me.
Em 2017 participa no Festival da Canção onde interpreta a canção Amar pelos Dois, de autoria de Luísa Sobral, vencedora do Festival da Eurovisão, no mesmo ano, com a pontuação mais alta de sempre. Desde então tem sido distinguido com vários prémios e menções e muito aclamado pela imprensa nacional e internacional.
No início de 2019 lança o segundo álbum em nome próprio, Paris, Lisboa, que o levou numa extensa digressão pelo mundo fora e por Portugal.
Paralelamente ao seu percurso a solo, tem desenvolvido inúmeros projectos que se estendem a outros universos musicais e formações distintas: Noko Woi, Alexander Search, Mutrama,Alma Nuestra, Quinta das Canções e, mais recentemente, Salvador Sobral canta Brel.
Em Maio de 2021 chega bpm, o terceiro registo de estúdio. Maioritariamente gravado em Fevereiro do mesmo ano no estúdio Le Manoir de Léon, em França, o álbum é composto inteiramente por temas originais de sua autoria em parceria com Leo Aldrey que assina a produção do disco.

Distinções
Embaixador da língua portuguesa 2019 pelo Instituto do Mundo Lusófono em Paris
Prémio VideocliP3 pelo vídeo de “Cerca del Mar”
Prémio Aritmar 2018 para melhor canção portuguesa
Globo de Ouro 2018 para melhor canção com “Amar pelos Dois”
Medalha de Ordem de mérito da República Portuguesa 2018
Personalidade Internacional do Ano de 2017 pela Foreign Press Association em Portugal
Jornal Expresso: Personalidade do ano 2017
Prémio EBBA 2017

Fotografia: ©Caroline Deruas